Antônio Marcos Barbosa passou os últimos 7 de seus 30 anos na cadeia. Mas poucos dias depois de reconquistar a liberdade envolveu-se numa briga e acabou assassinado. Vítima de cinco tiros, o homem foi morto em um bar na Rua Benjamin G. Ferreira, Jardim Bela Vista, Campo Largo, às 23h de quinta-feira.

Conforme relato de testemunhas à delegacia local, Antônio Marcos teve uma desavença, na semana passada, com um homem chamado Júlio César Camargo, conhecido como "Júlio Chupeta". O motivo da briga não foi revelado, mas deve ter sido grave, a ponto de o inimigo da vítima ter entrado no bar em companhia de dois outros homens. "Júlio César teria sido o autor dos disparos. As testemunhas não souberam dizer se os homens que o acompanhavam participaram do crime ou não", falou o superintendente da DP de Campo Largo, Everson Haisi. O ex-presidiário levou dois tiros no peito, dois no braço e um na barriga e morreu na hora.

Antônio Marcos foi preso anos atrás na Delegacia de Campo Largo, por tentativa de homicídio – ele teria esfaqueado um homem. O acusado Júlio César fugiu e pode ter a prisão preventiva decretada nos próximos dias.