Cinco meses após deixar a cadeia onde cumpria pena por roubo, o jardineiro Luciano Alves dos Santos, 31 anos, foi assassinado com tiros na cabeça no terreno onde está sendo construído um conjunto habitacional, na Rua Antônio Tortato, Vila Icaraí, Uberaba.

Aline da Cruz Machado, mulher de Luciano, contou a policiais militares do 20.º Batalhão da PM que o marido era usuário de droga e estava devendo para traficantes.

Por volta das 22h, ele foi chamado na frente de casa por um casal ainda não identificado. Luciano entrou no carro dos suspeitos e não deu mais sinal de vida. Por volta das 7h de ontem, o corpo foi encontrado por moradores da invasão.

Segundo os policiais, os bandidos usaram arma de calibre 45, de uso restrito das Forças Armadas. O que chamou a atenção da equipe foi que Luciano estava apenas de meias e, embaixo do corpo, a equipe notou que havia um par de sapatos femininos, que não eram da mulher dele. Investigadores da Delegacia de Homicídios estiveram no local para apurar mais informações que levem à autoria do crime.