Foto: Arquivo/Tribuna

Edson: assaltos no ?currículo?.

O ex-policial Edson Mafra Lopes, 41 anos, foi preso, mais uma vez, na terça-feira. Em 1995, ele foi detido, acusado de guardar armas e dar cobertura para uma quadrilha que assaltava bancos. Em 2002, assaltou um escritório de advogacia, de onde roubou R$ 16 mil. No ano seguinte, arrombou um cofre e levou R$ 132 mil do escritório de uma empresa.

De acordo com o delegado Gerson Machado, do 11.º Distrito Policial (CIC), os investigadores receberam denúncias de que o ex-policial aplicava golpes no bairro. Na terça-feira, os policiais Cláudio Harmuch e João Ferreira encontram Edson conduzindo um carro, e ao verificar seus documentos descobriram que a carteira de habilitação dele era falsa.

?O número da CNH remetia ao da carteira de uma mulher e a assinatura do diretor do Detran era falsificada?, disse Machado.

Na delegacia, os policiais apuraram as denúncias e descobriram que Edson estava aplicando golpes junto com o dono e um funcionário de uma concessionária de caminhões. ?Uma das vítimas contou que foi à concessionária e forneceu alguns dados, porque estava interessada em comprar um caminhão. Sem concluir a compra, a vítima foi embora, mas o ex-policial aproveitou os dados e financiou o veículo.

A vítima recebeu os boletos bancários e o caminhão foi vendido a uma terceira pessoa?, explicou o delegado, que já intimou o proprietário e funcionário para interrogatórios.

O próximo passo da polícia será entrar em contato com as financeiras e levantar toda a documentação de compras de caminhão feitas na concessionária para descobrir outras vítimas do trio. O ex-policial está preso no 10.º DP (Sítio Cercado).