O estudante Felipe Carvalho Weiss, 20 anos, que levou uma garrafada no pescoço durante uma briga que começou num bar, no Água Verde, continua internado, em coma induzido, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Cajuru. Ele não corre risco de morrer, mas passa por exames para detectar eventuais sequelas. O autor da garrafada não foi identificado.

A confusão aconteceu no início da madrugada de domingo. Dois rapazes envolvidos na briga foram conduzidos ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul), e ouvidos pela polícia. Um é amigo da vítima e o outro estava no grupo rival. Os dois assinaram termo circunstanciado por rixa e foram liberados.

Investigação

O caso é investigado pelo 8.º Distrito Policial (Portão), que estava de plantão no domingo. Familiares de Felipe registraram boletim de ocorrência por lesão corporal. A polícia intimou o dono do estabelecimento para que entregue as imagens do circuito de segurança, a fim de ajudar na identificação dos agressores. Felipe é estudante de Engenharia Florestal, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR).