Tramas misteriosas, crimes insolúveis, investigações duvidosas. Ao longo dos últimos 50 anos, a Tribuna do Paraná acompanhou o dia-a-dia do trabalho policial e as mais intrincadas ocorrências, envolvendo pessoas de todas as classes sociais. Muitos destes crimes ficaram sem respostas. Seus autores nunca foram descobertos ou, mesmo ocorrendo prisões, as conclusões não foram inteiramente satisfatórias. Na tentativa de recuperar o ?fio da meada? e em busca de novos detalhes que possam elucidar tais casos, a Tribuna lança, este mês, uma nova série de reportagens que buscará casos antigos ainda envoltos em mistérios. É a Tribuna na Justiça.

A partir de amanhã, o leitor será brindado com a primeira reportagem, que abordará um dos mais misteriosos casos policiais registrados no Estado: a ?chacina de Carambeí?.

Uma pacata família de ascendência holandesa, instalada no principal município produtor de laticínios do Paraná, foi massacrada dentro de casa, na tarde de 7 de fevereiro de 1989, uma terça-feira de Carnaval. Três pessoas morreram (inclusive um bebê de um ano e três meses). Outras quatro sobreviveram e, apesar disso, o caso nunca foi esclarecido pela polícia.

Até hoje a chacina mexe com o imaginário dos moradores da pequena cidade e desafia as autoridades policiais.

Dividida em seis capítulos, a reportagem detalhará o que foi a chacina, seus personagens e suas conseqüências.

O leitor também poderá participar, enviando sugestões para novas matérias e, se for o caso, auxiliar no esclarecimento das ocorrências com novas informações, que serão repassadas à polícia, com sigilo de fonte.