Depois de receber uma denúncia anônima, investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), em Curitiba, localizaram uma chácara que escondia carcaças e peças de quase 50 veículos, no bairro Palmital, em Araucária.

A polícia acredita que os veículos eram roubados, mas o proprietário do terreno garante que todos foram comprados em leilão. A chácara fica na Avenida Pedro Euzébio Lemos.

O portão de entrada estava sem trancas e nas paredes que cercam o terreno havia pequenos buracos, suficientes para a passagem de uma pessoa, possivelmente para fuga em caso de aproximação policial. Ninguém estava no local quando a polícia chegou.

Segundo o chefe de investigação Righetto da DFRV, os veículos estão sem nenhum tipo de sinal identificador, como placas ou chassi, portanto não é possível saber sua procedência. Entre eles havia uma Troller e dois Hylux.

“A maioria deles é semi-novo, e acreditamos que eles podem ter sido roubados”, afirma. Várias peças estavam dentro de duas casas no local. A chácara foi periciada por uma equipe do Instituto de Criminalística, e interditada.

O proprietário, Milton Stigler, foi intimado para prestar depoimento. A polícia irá exigir autorizações emitidas pelo Departamento de Trânsito, único documento que permitiria que ele desmanchasse os carros.

Ao contrário do que disseram os policiais, ele garante que todos os veículos foram comprados há mais de quatro anos em leilões de sinistrados, e alguns ainda tem os sinais identificadores e até documentos de aquisição. Ele revendia as peças em uma loja de sua propriedade.

“Eu fechei a loja e trouxe as carcaças para cá. Já veio policial civil de Curitiba, de Araucária, Polícia Militar e até Polícia Rodoviária, várias vezes, e nunca encontraram nenhuma irregularidade. Eu não agüento mais”, desabafa.

Sobre os buracos nas paredes, ele declarou que foram feitos por ladrões que invadiram o terreno para furtar o que podiam das carcaças. “Já nem deixo tranca mais, de tantas vezes que foram arrebentadas. Abandonei. Se eu tivesse algo para esconder, isso não estaria assim e eu já estaria preso”, afirma.

Veja na galeria de fotos os carros.