Bombeiros encontraram, na manhã de ontem, o corpo do mecânico Everton Juliano Galvão VIeira, 28 anos, que dirigia o Fiat Marea na noite de sábado, quando caiu no canal extravasor do Rio Iguaçu, no limite com São José dos Pinhais. Testemunhas contaram que o veículo trafegava pela Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres) e perdeu o controle quando disputava um racha.

O soldado Ângelo Marcos participava das buscas pelo corpo desde sábado, com um jet ski, quando avistou o cadáver numa cava do canal extravasor por volta de 9h30. Everton estava a quase 2,5 quilômetros do Contorno Leste, entre Fazenda Rio Grande e São José dos Pinhais. O carro que ele dirigia foi localizado, no domingo, perto do local do acidente. Pela água, o corpo foi arrastado por cerca de 12 quilômetros.

Outros

Os bombeiros continuam hoje as buscas pelo corpo de Edson Luiz Cirocaro, 23 anos, que desapareceu em Balsa Nova, também levado pela enxurrada. Na segunda-feira, Willians Ricardo Jarenko, 22 anos, foi encontrado morto no Rio Iguaçu, perto do Zoológico. Ele foi a primeira vítimas das chuvas, levado pelas águas do Rio Atuba, ao tentar transpô-lo pelas manilhas da Sanepar, no Bairro Alto.