Seqüestrado às 5h30 de quinta-feira, quando entrava no Hospital Costa Cavalcantti, em Foz do Iguaçu, para fazer hemodiálise, um empresário paraguaio, de 39 anos, foi libertado à 1h da madrugada de ontem pelos seqüestradores porque estava passando mal. Ele foi hospitalizado e passa bem. Até o final da tarde de ontem, a polícia ainda não tinha identificado os criminosos.

Segundo informações, os seqüestradores vestiam uniformes da Polícia Federal e o levaram simulando uma prisão. Duas horas depois, os bandidos entraram em contato com a esposa da vítima e pediram o resgate de um milhão de dólares.