enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Dupla presa também matou vereador

  • Por Redação O Estado Do Paraná

A situação de Jorge Bueno, 23 anos, e de um menor (16) que estão presos desde o último dia 12 em União da Vitória (sul do Estado), está se complicando a cada dia que passa. Apanhados naquela cidade por porte ilegal de arma e falsificação de documentos, os dois foram reconhecidos agora como autores da morte do vereador de Grandes Rios (Norte do Paraná), Benedito Cardoso da Costa, 48 anos. O assassinato aconteceu às 7h30 do dia 4 de março, em Curitiba, dentro do depósito de papel de sua propriedade, na Rua William Booth, no bairro Boqueirão.

De acordo com o delegado Guaracy Joarez Abreu, de União da Vitória, os dois foram reconhecidos por duas testemunhas que foram levadas ao município por uma equipe da Delegacia de Homicídios de Curitiba. Para o policial, a morte deve estar relacionada com alguma disputa por ponto para a venda de papel reciclado, pois o vereador havia entrado nesse ramo há pouco tempo.

Mais crimes

No início desta semana, o garoto de 16 anos confessou também ser o autor da chacina ocorrida no Uberaba e que vitimou cinco pessoas na madrugada do dia 27 de fevereiro. O motivo seria represália pela execução de Ronaldo Gonçalves, em 21 de fevereiro. O menor disse que atirou por vingança e que o alvo seria um rapaz conhecido por “Lobinho”. Como o procurado não estava nas casas invadidas, foram mortos parentes e pessoas próximas.

De acordo com o depoimento do menor à policia, ele agiu acompanhado por um homem conhecido por “Gê” ou “Janjão”. Jorge foi isentado de culpa na chacina.

A versão apresentada pelo menor não convenceu à polícia, já que muitos detalhes são diferentes do que o que foi constatado no local do crime. “A história não bate”, afirmou o superintendente da DH, Neimir Cristovão.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas