Um dos jovens foi morto
com um tiro na testa.

Os corpos de dois jovens foram encontrados por moradores da Vila Nova Barigüi, CIC, por volta das 8h30 de ontem. Distantes alguns metros um do outro, os rapazes foram assassinados com tiros na cabeça – em um carreiro – e jogados na vegetação da margem do Rio Barigüi, entre as ruas 7 e 8. Eles não foram reconhecidos no local nem possuíam documentos. A Delegacia de Homicídios espera, agora, a identificação oficial das vítimas para dar prosseguimento às investigações.

Os vários estampidos ouvidos às 5h, conforme relatado ao cabo Bueno e soldado L. Cordeiro, do 13.º Batalhão da Polícia Militar, foram confundidos com bombinhas por alguns moradores. Porém, a origem do barulho, comum na região, se revelou com a luz do sol. Os dois jovens foram vistos na noite anterior andando pela vila, nas proximidades da Rua Cid Campêlo, pedindo dinheiro, mas ninguém afirmou conhecê-los.

Desconhecidos

Um dos rapazes, moreno, aparentando 20 anos, com cabelos pretos e cacheados, recebeu um tiro na nuca, de acordo com levantamento preliminar do perito Alcebíades, da Polícia Científica. No carreiro de barro podia ser vista uma mancha de sangue, que escorria pelo barranco onde o corpo foi jogado. Ele estava vestido com calça jeans, sapato de camurça bege, camisa azul e branca e jaqueta de náilon azul.

O outro, loiro, cabelo curto e com cerca de 17 anos, foi morto com um tiro na testa e jogado a menos de 10 metros do primeiro. Ele vestia calça cargo bege, com uma bermuda azul e preta por baixo, e moletom azul. Os chinelos de dedo azul que usava ficaram presos ao barro no carreiro. Nos dedos da mão direita, o jovem tinha tatuado as letras ANDI e do lado da mesma mão JEA.

Os investigadores Alexandre e Castro, da Delegacia de Homicídios, colheram as primeiras informações, mas elas são insuficientes para iniciar o trabalho para desvendar o crime. Apenas com a identificação oficial dos corpos a polícia poderá colher alguma pista que indique o porquê da morte dos rapazes. As vítimas foram encaminhadas ao IML.