Os assassinos de Thiago Rafael Diniz, 26 anos, esperaram por ele algumas horas, sentados em um bar bebendo refrigerante. Por volta das 16h de ontem, o jovem deixou a casa de parentes, no bairro Estação, Araucária, e na Rua Lírio Bonetto foi cercado pela dupla armada.

O rapaz, que estava de bermuda e chinelos, tentou correr para se defender, mas foi alvejado por uma saraivada de tiros de pistola. A polícia recolheu pelo menos 30 cápsulas de calibre 40 e 380 perto do cadáver. Os tiros atingiram as mãos, braços, peito e cabeça.

Segundo testemunhas, os homicidas fugiram em um Palio prata, rumo à PR-423. De acordo com policiais do 17.º Batalhão da Polícia Militar, Thiago deixou a cadeia recentemente. Ele tinha diversas passagens pelo sistema prisional e pelo menos cinco mandados de prisão, que foram revogados.

Por este motivo, investigadores da delegacia da cidade acreditam que o crime foi motivado por acerto de contas entre marginais.