Depois de trocar tiros com a polícia e fugir para um matagal, Weudson Antônio Pontes Guedes, 26 anos, e Fernando Mendes de Paula, 30, foram presos por policiais militares, em Almirante Tamandaré. Eles estavam com um carro roubado e uma pistola, e foram levados para a Delegacia de Furtos e Roubos (DFRV), onde foram autuados por receptação, adulteração de sinal verificador e pelo porte de arma. Weudson era procurado, suspeito de um latrocínio em São José dos Pinhais e de um homicídio em Pinhais.

Weudson e Fernando estavam com o Sandero placa ASR-1131, e quando viram uma blitz no Barreirinha, fizeram uma manobra arriscada e tentaram fugir. Os policiais foram atrás do carro e a perseguição se estendeu até Almirante Tamandaré. Os rapazes seguiram até um matagal, abandonaram o veículo e fugiram a pé, no entanto, foram cercados pelos policiais. Houve troca de tiros e logo em seguida os dois foram rendidos. Ninguém se feriu.

Crimes

Na delegacia, os policiais descobriram que Weudson era procurado. Em São José dos Pinhais, ele é apontado como principal suspeito de ter matado o funcionário da Ambev Anatoly Sereda, 35. Segundo a polícia a vítima tentou evitar um assalto. Em Pinhais, ele é suspeito de um homicídio.

Segundo o delegado Gerson Machado, o rapaz é perigoso e pode estar envolvido em outros crimes. “Não descartamos a possibilidade de ele fazer parte de uma quadrilha de roubo de caminhões e cargas, que foi desmantelada recentemente, em Araucária”, explicou o delegado. O detido foi transferido para o Centro de Triagem II, em Piraquara.