Mário e Massataro, presos
com dinheiro “frio” e maconha.

Um quilo e 150 gramas de maconha, além de R$ 140,00 em notas falsas, foram apreendidos por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos. Massataro Higashi, 67 anos, e Mário César da Mattia, 45, foram presos no centro de Curitiba. O primeiro foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e moeda falsa; o segundo apenas pelo comércio de drogas.

O delegado Gerson Machado informou que, na quinta-feira, os policiais receberam uma denúncia de que havia uma movimentação estranha na Rua Lourenço Pinto, em um estacionamento. Os investigadores Jahfar e Silas foram até o local e flagraram Massataro e Mário negociando a droga e deram voz de prisão. Além da maconha também foi apreendida uma balança de precisão.

Venda

Em seu interrogatório, Massataro disse que a maconha era para venda e que havia adquirido a droga por R$ 250,00. “Ele disse não saber o nome de quem comprou nem o endereço”, ressaltou Machado. Em relação às notas “frias” – 12 delas de R$ 10,00 e uma de R$ 20,00 -, Massataro alegou que eram provenientes da venda de uma máquina fotográfica, que tinha negociado. “O estranho é que ele também não sabe para quem vendeu”, ironizou o delegado.

Já Mário negou qualquer envolvimento no tráfico. Ele informou à polícia que é viciado e que era “cliente” de Massataro.