enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Covardia

Dona de material de construção é morta em Colombo

Vítima se desesperou com a presença do marginal e foi baleada

  • Por Janaina Monteiro

A dona de uma loja de material de construção foi assassinada durante um roubo, na tarde de ontem, na Rua Astorga, Jardim Guaraituba, em Colombo. Elci Serrato Podzwato, 56 anos, a “Kika”, gritou por socorro e correu para os fundos da loja, quando levou um tiro na nuca. O assaltante fugiu de moto com um comparsa. A polícia acredita que os bandidos são os mesmos que roubaram a loja no sábado.

Moradores da região ficaram revoltados, porque, no primeiro crime, Elci teria chamado a polícia, porém nenhuma viatura foi ao local. Ontem, por volta das 14h, a vítima atendia uma cliente quando um jovem alto, moreno e encapuzado deu voz de assalto. Segundo o cabo Luiz Carlos, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, a cliente se deitou no chão e entregou R$ 20 ao marginal. Elci correu gritando e foi baleada. “Infelizmente, ela tomou a atitude errada”, comentou o policial.

Encapuzado

O aposentado Agenor José Elias, 65, que arrendou a loja para a vítima, contou que, na tarde de sábado, Elci já havia sido assaltada. “Um bandido chegou encapuzado, baixou a porta da loja e fugiu levando o dinheiro da gaveta”, descreveu. “Tem gente que um ano depois de preso já é solto porque o advogado consegue habeas corpus”, lamentou.

De acordo com Agenor, Elci era casada com um bancário e tinha filhos. Ela tocava a loja ao lado da cunhada, sua sócia. Policiais da delegacia do Alto Maracanã tentam identificar os marginais. Sabe-se apenas que os dois fugiram numa moto preta.

“Eles assaltam direto aqui”, reclamou Meire Pereira, moradora do Guaraituba. Segundo ela, depois do roubo de sábado, a PM foi chamada, mas não apareceu. “Eles reclamam que só há três viaturas para tomar conta da cidade. Os bandidos não poupam a vida da gente”, gritava furiosa, em frente à loja.

Violência

Desde o começo do ano, Colombo já registrou 101 assassinatos, incluindo o latrocínio de ontem. As regiões mais violentas são a Vila Zumbi dos Palmares, o Jardim Paloma, o Guaraituba e a Vila Guarani.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas