Duas pessoas morreram em acidentes ocorridos na BR-116 na noite de sábado. O empresário Evaldino Prestes, 32 anos, bateu seu carro contra um caminhão. Nelson Costa, 28, morreu ao bater a moto que conduzia também em um caminhão.

O primeiro acidente aconteceu por volta das 20h30, no Contorno Leste, em São José dos Pinhais. Evaldino conduzia um Omega Suprema, quando bateu na traseira do veículo. O empresário, dono de uma transportadora, ficou preso nas ferragens e o condutor do caminhão deixou o local, com o veículo, sem prestar socorro. Quando os bombeiros iniciaram o resgate o empresário ainda estava vivo, mas morreu antes mesmo de ser removido.

O outro acidente aconteceu por volta das 22h40, no quilômetro 129, em Fazenda Rio Grande. Nelson bateu sua moto, uma CG 150, de frente com um caminhão que seguia rumo ao Rio Grande dos Sul, na pista oposta a da vítima. Nelson teria tentado uma ultrapassagem quando atravessou na frente do caminhão dirigido por Silvano José Coraça.

Ciclista morre na 376

Colisão entre um carro e uma bicicleta, no quilômetro 617 da BR-376, pista sentido Curitiba, em São José dos Pinhais, às 22h30 de sexta-feira, resultou em um morto, cinco feridos e três veículos engavetados na pista. De acordo com as informações coletadas pela Polícia Rodoviária Federal, o aposentado José de Brito, 50 anos, morador no Barro Preto, andava de bicicleta quando foi atropelado pelo Polo placa LYQ-0642, conduzido por Juarez Cordeiro da Rocha, 42 anos. A polícia não sabe exatamente em que circunstâncias José foi atropelado, se ele andava pela pista ou se o veículo invadiu o acostamento. O aposentado morreu na hora.

Logo atrás do Polo vinham outros dois veículos, que não conseguiram frear e se engavetaram atrás do Polo. No Escort placa AED-4360, o condutor Luciano Nadir dos Santos, 28, e a passageira Mariloá de Oliveira, 23, sofreram ferimentos graves. No Gol placa ANC-1086, o condutor Koubany Luiz Cordeiro da Cruz, 19, teve lesões leves. Ainda dois pedestres, Carla Bontorin, 22, e Osires Antônio Bontorin, 51, que andavam no acostamento, foram atingidos pelos carros.