Vlademir Prestes.

Ao investigar um suposto latrocínio, policiais da Delegacia de Furtos e Roubos prenderam Vlademir Alves Prestes, 23 anos. Ele estava com mandado de prisão decretado pela 6.ª Vara Criminal, por roubo. O delegado Rubens Recalcatti, titular da DFR, informou que a vítima, Ednaura da Silva Alvarenga, 59 anos, morreu naturalmente, mas na época aventou-se a hipótese de um roubo seguido de morte.

A hipótese de latrocínio foi levantada pela própria família de Ednaura e pela polícia, quando a anciã foi encontrada dentro de casa, na Rua Salvador José Corrêa Coelho, Campo Comprido. Vizinhos chegaram a relatar à polícia que o crime teria ocorrido por volta das 3h30 daquele dia. A porta também teria sido arrombada. A partir daí, a Furtos e Roubos começou a investigar, inclusive com vários suspeitos desde o início. Um deles seria Vlademir. Mas, o laudo de necropsia abortou os trabalhos policiais já que a causa da morte foi natural.

Ontem os policiais Righeto, Bira e Miller localizaram Vlademir e o conduziram até a delegacia. Descobriram que ele foi preso em flagrante por roubo, em 2.001, no 11.º Distrito, e liberado posteriormente pela Justiça. Mais tarde teve seu mandado de prisão decretado.

Vlademir disse que não sabia da ordem de prisão. “Na época, fui acusado de roubo a ônibus, mas pensei que estava tudo resolvido”, justificou.