A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) continua investigando a onda de seqüestros-relâmpagos que está acontecendo nos bairros Bigorrilho, Batel e Parque Barigüi. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, hoje serão assistidas as gravações do sistema interno de vídeo das agências bancárias “visitadas” pelos marginais, para a retirada do dinheiro de suas vítimas. “Dependendo da nitidez da fita, talvez consigamos algumas pistas”, disse o policial. Na última semana, a ousada quadrilha chegou a realizar dois seqüestros simultaneamente, levando as vítimas em conjunto para a retirada de dinheiro. Outra característica da quadrilha é que os carros utilizados para cometer os crimes são abandonados em uma localidade de Santa Felicidade.

Cuidado

A quadrilha está agindo com certa freqüência nesses bairros e o delegado pede para que as pessoas tenham cuidado principalmente com a aproximação repentina de desconhecidos. Recalcatti espera, nas próximas horas, confirmar a identidade de um dos integrantes do grupo de assaltantes.