Rosa: ?um soco?.
Rosa: ?um soco?.

Mauro Vieira da Rosa, 21 anos, apontado como sendo um dos autores do assassinato de Jackson Luan Amaral, 18 anos, foi preso e apresentado à imprensa no 10.º distrito Policial (Sítio Cercado). O rapaz foi encontrado pelos investigadores Marquinhos e Alexandre. ?Eles já tinham informações dos possíveis autores e conheciam bem o lugar?, explicou o delegado Cabral. Segundo ele, outros nomes já foram levantados e serão investigados. ?Além do Mauro, sabemos que participaram do assassinato o Cristian, Robson ?Cabeção?, Jone, Cido e Xuxa. Todos estes serão detidos?, explicou o delegado.

Mauro contou que, na noite que antecedeu o crime, ele, juntamente com alguns amigos, estavam em uma festa na Rua Nova Esperança, Vila Santa Joana, no Sítio Cercado. ?Jackson não era convidado e tentava entrar na festa a todo custo?, disse. Segundo ele, uma turma saiu da casa e começou agredir Jackson. ?Eu dei um soco nele e, quando vi que a coisa estava ficando grave, tentei apartar a briga, até que o ?Xuxa? jogou a pedra maior e acertou a cabeça dele?, detalhou.

Mauro disse que não sabia se havia outro motivo para agressão, que não fosse a insistência do rapaz em querer entrar na festa. ?Algumas pessoas estavam bêbadas ou, quem sabe, tenham usado drogas, isso deixou todos muito agressivos?, completou.

Alguns moradores do local onde Jackson foi morto contaram que, por volta de 4h30, ouviram gritos e pedido de clemência. Jackson foi encontrado na manhã de domingo, com a cabeça esfacelada por um paralelepípedo.