Valdecir Schmidt, 34 anos, foi preso em flagrante por tentativa de furto e tentou incriminar o primo Valmir Sebastião Pinheiro, 37. Detido segunda-feira por populares, após arrombamento a uma residência em Pinhais, Valdecir identificou-se falsamente, iludindo a polícia.

Notícia

Ao ver seu nome na matéria publicada na edição de quarta-feira da Tribuna, o primo inocente procurou ontem a delegacia de Pinhais para desfazer o mal-entendido. “Colocamos o verdadeiro Valmir frente a frente com o preso, que reconheceu o primo”, relatou o escrivão Faccioli. Houve discussão dentro do xadrez e o detido desculpou-se com Valmir por ter tomado seu nome “emprestado”.

Inquérito

Segundo o escrivão, Valdecir explicou que responde inquérito por assalto na comarca de Colombo e pensou que estivesse com mandado de prisão expedido pela Justiça. O primo inocente teve o nome retirado da ficha criminal e o preso agora responderá também por falsidade ideológica.