Rogério Cardoso dos Santos.

Com mandados de prisão decretados pela Justiça de Irati (PR), desde setembro de 2000, por crime de sonegação fiscal, Rogério Cardoso dos Santos, 33 anos, e sua mulher Beatriz Aparecida Pereira do Amaral, 47, foram presos por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos.

O delegado Gerson Machado informou que Rogério é apontado como um dos maiores descuidistas de Curitiba e Região Metropolitana. “Ele não trabalha, não tem carteira assinada e mesmo assim tem uma bela casa na Rua Regina Maria Ferreira dos Santos, no Jardim Graziele, em Almirante Tamandaré”, comentou o policial.

Mandado

Os investigadores Righeto e Roman descobriram que Rogério estava com mandado de prisão, foram até sua casa e o prenderam. “Quando os investigadores chegaram ele alegou que não poderia ser preso porque semanalmente dava dinheiro para policiais civis de Curitiba, para acobertarem sua atividade criminosa de punguista”, salientou Machado. “Esta situação foi informada à Corregedoria”, assinalou. Ontem a tarde os policiais descobriram que a mulher de Rogério também estava com mandado de prisão decretado e a prenderam em casa.

De acordo com o delegado, Rogério já possui passagem por estelionato pelo 12.º Distrito (Santa Felicidade), e por porte ilegal de arma pelo 10.º DP (Sítio Cercado).