O corpo de um homem foi encontrado dentro de um córrego, em um terreno nos fundos de uma fábrica de cerâmica no Umbará, na Rua Angela Gabardo, ontem pela manhã. Junto a ele nenhum documento foi encontrado e a causa da morte só poderá ser diganosticada depois de exames complementares no Instituto Médico Legal.

Segundo o soldado Delson, do 13.º Batalhão da PM, por volta das 9h, um funcionário da fábrica foi até o matagal próximo, pegar madeira, e avistou o cadáver. Somente de cueca, e em estado avançado de decomposição, a policia acredita que ele tenha sido desovado no local há mais de uma semana. Os investigadores da Delegacia de Homicídios estão no comando das investigações.