Nesta terça-feira (29), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), deflagrou uma operação contra o jogo do bicho em Curitiba.

Segundo o coordenador estadual do Gaeco, Leonir Batisti, havia uma investigação sobre um barracão nas proximidades do Prado Velho, que havia a prática do jogo de bicho. “Conseguimos um mandado de busca e apreensão e fomos até o local. Era uma organização que explorava o jogo de bicho”, conta.

O ocorrido foi na “casa” de Chico Feitosa, que é quem controla o jogo de bicho na cidade. Cerca de 100 motoqueiros foram apreendidos em flagrante. Eles faziam a coleta do dinheiro e repassavam para um superior. No total, três malotes de dinheiro foram capturados e mais de 70 motos foram retidas.

A ação ocorreu na rua Reynaldino Machado, no Prado Velho. A Polícia Civil lotou três caminhões com “bugigangas” ligadas ao jogo do bicho. Ao total, 129 pessoas tiveram que assinar um termo circunstanciado para que, caso necessário, tenham que depor na polícia sobre o caso. Todos já foram liberados.

De acordo com o coordenador da Gaeco, as investigações irão continuar. “Vamos analisar o material e continuar investigando”, finalizou.

*Mais informações na edição de quarta-feira dos jornais O Estado do Paraná e Tribuna do Paraná.