Baleado na noite de segunda-feira, numa pensão situada no bairro São Francisco, o vendedor ambulante Genivaldo Severino da Silva, 39 anos, morreu às 6h55 de ontem no Hospital Evangélico. Ele foi ferido juntamente com a garota de programa Ivone Rodrigues Mello, 35. A mulher morreu no local. O casal foi assassinado pelo alfaiate Raimundo Costa Filho, de aproximadamente 60 anos, que está foragido.

O superintendente Neimir Cristovão, da Delegacia de Homicídios, informou que ontem ouviu parentes do vendedor ambulante, que veio há pouco tempo do Recife. Quanto à mulher, ele disse que ninguém compareceu na delegacia para requisitar a guia de necropsia, mas funcionários do Instituto Médico-Legal (IML) informaram que alguns familiares dela fizeram o reconhecimento do corpo pela manhã, mas como não tinham documentos da vítima, iriam retornar mais tarde para providenciar a liberação.

Neimir informou ainda que como o autor já está identificado o caso será encaminhado para o 3.º Distrito Policial (Mercês), que deverá prosseguir com as investigações.

Tiros

Segundo a polícia, o alfaiate ficou enciumado ao ver sua amante entrando no quarto d0homem. A mulher havia chegado no hotel (que também funciona como pensão) embriagada e agitada, indo para o quarto situado no segundo andar, onde encontrou Genivaldo e o irmão dele Amaro Ivo Gomes da Silva, 29 anos, que moram ali. No caminho trocou insultos com Raimundo, que morava no quarto 19, no final do corredor do primeiro andar.

Após receber Ivone, Amaro desceu para fechar o portão e ouviu os tiros. Subiu para ver o que estava acontecendo e encontrou o irmão ferido no peito, correndo em sua direção. Enquanto as atenções se voltavam para Genivaldo a mulher era assassinado na cama dele, pelo alfaiate.