O comerciante de automóveis Zalmir Faedo, 40 anos, foi morto a facadas, amarrado e trancado no porta-malas de um carro, na manhã de ontem, em São José dos Pinhais. O assassino tentou atear fogo ao veículo, mas as chamas não se alastraram. O crime foi na Rua Paul Leopotre, no Jardim Ipê, à beira do Canal Extravasor.

Segundo a Polícia Civil, uma pessoa testemunhou parte do crime. Ela contou à Guarda Municipal que viu o suspeito estacionar um Siena na beira do rio e ficou por cerca de 20 minutos no carro. Depois, tentou atear fogo ao veículo e fugiu a pé, sentido BR-277. As labaredas queimaram parte do interior do veículo mas não chegaram a destruir o porta-malas. A testemunha descreveu o assassino como baixo e gordo, usando camisa de futebol amarela e verde.

Imobilizado

O comerciante foi morto com três facadas. Uma delas o degolou e a outra abriu-lhe a barriga. O Siena pertencia a um cliente de Zalmir – parente de um guarda municipal – que deixou o carro em consignação para ser vendido.

O dono do carro foi procurado pela polícia, mas ele não tem nenhuma relação com o crime e não sabe quem possa tê-lo cometido.

A garrafa de álcool e o isqueiro usados pelo criminoso foram recolhidos pela polícia. A vítima teve os pés e mãos amarrados e interligados ao pescoço, com nós normalmente usados para amarrar a cargas em caminhões.