Quatro pessoas foram vítimas de disparos na Vila Torres, Prado Velho, na tarde desta segunda-feira. Um casal morreu e as outras duas pessoas foram levadas a hospitais. Ainda não há informação se os crimes teriam relação com os baleados na vila na semana passada.

Suellen Cristina Mantovani, 27 anos, e o marido, Marcio Fernando da Silva, 31 anos, conhecido como ‘Marcinho‘, foram baleados por volta das 16h30. Ele foi socorrido pelo Siate e levado em estado gravíssimo ao Hospital Cajuru. Segundo a assessoria do hospital, ele morreu pouco depois.

A moça caiu morta na Rua Placida Thomazi Zanoto. Conforme a Polícia Militar, outras duas pessoas foram atingidas por tiros. Um homem foi encaminhado por populares a uma casa hospitalar, que a polícia não soube informar qual era. Uma jovem foi atingida por estilhaços e levada por moradores ao Hospital Cajuru.

Ninguém na vila deu informações à polícia sobre o atirador ou a motivação dos crimes, e se eles teriam relação com a situação de sexta-feira (16) passada, quando três homens foram baleados na vila. Uma das vítimas foi Gilson Carlos da Silva, o ‘Tevez‘, que seria chefe de uma das gangues da região. O Hospital Cajuru informou que ele está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado gravíssimo.

No mesmo dia, à noite, os moradores atearam fogo em entulhos e lixo nas duas ruas que levam à Avenida das Torres. As ruas Chile e Guabirotuba foram fechadas por conta da manifestação.

Paraná Online no Facebook