O assalto ao Mercadorama do São Lourenço deixou clientes e funcionários em pânico, na noite de quarta-feira, e obrigou o estabelecimento e fechar as portas mais cedo. Não se descarta a possibilidade de os assaltantes fossem os quatro que entraram em confronto com a Polícia Militar.

O assalto ocorreu por volta das 19h40, no mercado, na esquina das ruas Mateus Leme e Nilo Brandão. Segundo informações da PM, quatro marginais armados invadiram o mercado e apontaram armas para a cabeça de funcionários. Uma jovem, que abastece os caixas com troco, teve a pochete com dinheiro levada. Os assaltantes ainda fizeram uma limpa nos caixas e em pertences e dinheiro de clientes.

Testemunha

O roubo durou poucos minutos, mas, segundo o jornalista Edilson Pereira, que foi fazer compras cerca de cinco minutos após a saída dos marginais, todos estavam em pânico e muitas pessoas choravam nervosas. Os clientes correram para os fundos e tentaram entrar no depósito para se proteger. Houve tumulto e gritaria. Moradores próximos relataram ao jornalista que nunca tinham ouvido falar de crime tão violento na região. O mercado, que fecha às 22h, encerrou as atividades pouco depois que policiais militares do 22.º BPM deixaram o local. Até o final da tarde de ontem, a Delegacia de Furtos e Roubos não tinha recebido boletim da PM nem registro de queixa do mercado.