enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Operação Parceria

CIAP é suspeito de desviar R$ 300 milhões em cinco anos

PF cumpre 40 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão

  • Por Redação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (11), em Londrina, a Operação Parceria, visando desarticular esquema criminoso de desvio de recursos públicos por meio de uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). A operação ocorre em conjunto com a Controladoria Geral da União, a Receita Federal e o Ministério Público Federal.

O Centro Integrado de Apoio Profissional (CIAP) é suspeito de desviar R$ 300 milhões nos últimos cinco anos em favor de pessoas e empresas do grupo que orbitam em torno de centenas de projetos de parceria firmados entre a OSCIP e entes públicos. Somente em Londrina, conforme a Controladoria Geral da União (CGU) que a auditou, de um total aproximado de R$ 34 milhões recebidos pela OSCIP, mais de R$ 10 milhões em alegadas despesas não restaram comprovadas.

Os indícios já reunidos indicam a existência de um esquema criminoso hierarquicamente estruturado, voltado ao desvio e apropriação de dinheiro público. Pela especialização da matéria – lavagem de dinheiro – as investigações foram conduzidas perante o juízo da 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba, onde foram expedidos 40 mandados de busca e apreensão e 14 mandados de prisão temporária que são cumpridos em empresas e residências no Paraná, São Paulo, Goiás, Maranhão e Pará. A execução das ordens judiciais nestes Estados envolve o efetivo de 160 policiais federais, 35 servidores da CGU e 40 servidores da Receita Federal, além de agentes do Departamento Penitenciário Federal.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas