Por volta das 4h40 da madrugada gelada de ontem, o barulho de um tiro fez com moradores da Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, na localidade conhecida por "favela do Carrefour", bairro Campina do Siqueira, levantassem para ver o que estava acontecendo. No meio da rua, estirado, estava o corpo de um homem com perfuração de arma de fogo em seu peito.

A vítima não portava documentos que pudessem identificá-lo e poucas informações foram repassadas aos policiais militares e equipe da Delegacia de Homicídios (DH) que estiveram no local. Curiosos disseram que o homem era conhecido por Emerson e estava há pouco tempo morando na favela, onde estava construindo seu barraco. O desconhecido trabalhava como catador de papel. O motivo para o assassinato e a autoria estão sendo investigados pela DH.

A vítima vestia blusa de moleton azul, camiseta vermelha, calça bege e tênis amarelo. O corpo foi recolhido ao necrotério do IML onde aguarda identificação.