Entre a noite de quarta-feira e a tarde de ontem, 34 máquinas caça-níquel foram apreendidas pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil, em quatro endereços da capital.

A maior parte das apreensões aconteceu em um cassino da Rua Desembargador Costa Carvalho, Batel, onde foram encontrada 14 máquinas. Em fevereiro, a polícia já havia fechado o local e apreendido equipamentos, mas o proprietário reabriu a casa.

Desta vez, 12 pessoas estavam no local. “Os apostadores não incorrem em nenhum crime. Uma mulher, que se apresentou como responsável pelo estabelecimento, assinou termo circunstanciado por exploração de jogo de azar e foi liberada”, diz o delegado-titular do Cope, Alexandre Macorin de Lima.

Mais três

Ontem, o Cope encontrou máquinas caça-níquel em mais três locais. “Eram estabelecimentos menores, pequenas lotéricas. Uma pessoa foi detida em cada local”, informou Macorin.