Investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos e Veículos (DFRV) descobriram que o casal “Sadi e Iara” preso na semana passada com um carro roubado em Santa Catarina e uma pistola 9 milímetros, deu o nome falso. Eles foram oficialmente identificados como Luiz Leonardo Campos Silva, 29 anos, e Regiane Vieira Agostinho, 33. Ele é natural de Tijucas (SC), e estava foragido da penitenciária de Pedro Alcântara (SC), onde cumpria pena de 57 anos por diversos crimes. Regiane é de Blumenau e tem mandado de prisão por roubo e formação de quadrilha. Além disso, os dois são suspeitos de terem invadido o fórum de Ibirama (SC), onde fizeram uma funcionária refém, na intenção de roubar armas de fogo.