Agenor Silva Leonardo, 34 anos, que ficou conhecido como “Canibal”, por matar Sebastião da Luz Andrade, 69 anos, e dizer que queria comer o coração dele, foi condenado a 8 anos de reclusão em regime inicialmente fechado por homicídio simples, em julgamento realizado ontem no Tribunal do Júri de Campina Grande do Sul.

O crime ocorreu no início da madrugada de 27 de dezembro do ano passado, quando os dois caminhavam pela BR-116. Sebastião foi morto com cacos de garrafa.