A Divisão de Repressão ao Tráfico Ilícito de Armas (DARM), lança nesta sexta-feira (27) o Plano Nacional de Desarmamento e Regularização de Armas de Fogo. O objetivo da campanha é o recolhimento e a regularização das armas (de uso permitido) ainda não registradas ou daquelas que possuam registros expedidos pelos estados, através da renovação destes registros antigos.

A campanha será executada pela Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu nos municípios de Santa Helena, Missal, Céu Azul e Medianeira, através do deslocamento quatro Agentes de Polícia Federal.

Os cidadãos que possuem armas de fogo de calibre permitido sem registro, com registro federal vencido ou com registro emitido pelas Polícias Civis dos Estados, poderão requerer a emissão de Certificado Federal de Registro de Arma de Fogo para suas armas, conforme determinação do Estatuto do Desarmamento.

Na mesma ocasião também será possível realizar a entrega de armas à Polícia Federal mediante o recebimento de indenização, para aquelas pessoas que não tem mais interesse em manter arma de fogo em sua residência. O slogan da campanha é “Arma legal é arma com registro federal”.

A data limite para regularização da situação cadastral de armas de fogo será no dia 31 de dezembro. Quem, depois desse dia não tiver providenciado a regularização, poderá responder pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.