Trabalhadores de uma obra que acontece embaixo da ponte do Rio Iguaçu, na BR-116, limite entre Curitiba e Fazenda Rio Grande, se depararam com uma cena macabra na manhã desta segunda-feira (14). Enquanto trabalhavam, eles viram um corpo passar, sendo levado pela forte correnteza, reforçada com a chuva que foi constante desde o fim de semana.

Eles foram proibidos pelos superiores de conversar com a imprensa, mas declararam ao Corpo de Bombeiros que o cadáver estava sem a cabeça, com mãos e pés amarrados, e aparentava estar em avançado estado de decomposição. Os bombeiros procuraram o corpo nas proximidades, mas devido à correnteza, ele foi levado para longe e não foi mais encontrado.

Afogamento

Também durante a manhã desta segunda-feira, bombeiros do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost) retomaram as buscas no Rio Ribeira, em Cerro Azul. Por volta das 15h de domingo, um garoto de 17 anos se afogou e o corpo desapareceu na água. A vítima ainda não havia sido localizada.