Outra família chorou a perda de uma criança, mas, desta vez, por uma fatalidade. Em uma humilde casa no bairro Rincão, em Almirante Tamandaré, a família acordou, na manhã de ontem, e verificou que um bebê, de um mês e meio, não estava mais respirando. A menina dormia na cama dos pais. “Ela foi dormir bem, mas, quando acordamos, estava morta”, comentou o pai da criança, Paulo César Florindo de Jesus. Familiares acionaram a Polícia Militar.

O Instituto de Criminalística deve apurar o motivo da morte, mas a suspeita é de sufocamento. Um dos pais pode ter pressionado a criança ou se virado sobre o corpo do bebê.