O homem morto durante uma tentativa de assalto a seguranças do governador Orlando Pessuti, foi identificado no Instituto Médico-Legal. Indiomar Batista da Silva, 31 anos, era foragido da Colônia Penal Agrícola desde fevereiro do ano passado e tinha passagens por furto, roubo, roubo de veículo e tráfico de drogas. Os outros dois bandidos que fugiram não foram localizados. O confronto ocorreu quando um policial militar estacionava o veículo oficial, na noite de segunda-feira.

Na manhã de ontem, durante a Escola de Governo, Pessuti comentou que o transtorno foi grande, mas não ficou assustado, pois mora na mesma residência há mais de 20 anos e acostumou-se a ouvir tiros durante a noite. “É lamentável que tudo isso tenha acontecido. Não quero isso para minha família, nem para meus seguranças e para nenhuma casa do Paraná.”

Acaso

O secretário da Segurança Pública, coronel Aramis Linhares Serpa, disse que provavelmente, os assaltantes nem sabiam que ali moravam os policiais responsáveis pela segurança pessoal do governador. Inquérito policial-militar será aberto pela Casa Militar e o delegado Anderson Cassio Ormeni Franco, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV), assumiu as investigações.