enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Baleado é preso em hospital

  • Por Carlos Simon

Procurar ajuda médica foi um erro para Wagner Michel Rodrigo da Cruz, 20 anos. Baleado no quadril, o rapaz foi preso no Hospital Cajuru, à 0h50 de ontem, acusado de tentar roubar uma camioneta. O padrasto da vítima do assalto, que é tenente da Polícia Militar, teria trocado tiros com Wagner.

O enteado do PM foi abordado às 23h de terça-feira ao estacionar a camioneta S-10 em frente à sua residência, no bairro Boa Vista. Rendido por dois ladrões armados, o rapaz correu para dentro, gritando que havia sido assaltado. De imediato o tenente Jairo Antunes, lotado no Batalhão de Polícia de Guarda e há 20 anos na corporação, saiu só de cuecas e deu dois tiros para o alto – como o veículo tinha sistema de corte da alimentação de combustível, a dupla não conseguiu levá-lo.

Segundo o oficial, um dos assaltantes reagiu e disparou três vezes. No revide, o PM atingiu o quadril do ladrão, que arrastou-se até a garupa da moto e desapareceu com o comparsa.

Socorro

Antunes avisou os colegas de corporação e pediu um patrulhamento no bairro, que não surtiu efeito. Mas à 0h50 Wagner chegou ao Hospital Cajuru, com um ferimento semelhante ao descrito pelo tenente. A vítima foi chamada e reconheceu Wagner como autor do roubo, momento em que foi feita a prisão.

Até o início da manhã de ontem, o detido, que não tinha passagem pela polícia, permanecia internado. Segundo o delegado titular da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, Hamilton da Paz, Wagner vai depor quando deixar o hospital e depois será decidido se ele fica preso ou responderá em liberdade ao inquérito por tentativa de roubo.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas