Policiais da Delegacia de Homicídios estão à procura de um rapaz chamado Fernando, mais conhecido como “Polaquinho”. Ele é o principal suspeito de assassinar Marli Marinho da Silva, 34 anos, encontrada morta na tarde de anteontem em um matagal no bairro Santa Helena.

O delegado Rinaldo Ivanike, da DH, informou que uma equipe de policiais já esteve na casa do jovem, mas não o encontrou. “Estamos trabalhando para identificar o Fernando e pedir sua prisão preventiva”, enfatizou o policial. Ele disse que não há dúvidas de que “Polaquinho” está envolvido com crack.

Marli desapareceu quando procurava pelo filho de 16 anos, que é usuário de drogas, e encontrou “Polaquinho”, que se prontificou a levá-la até o adolescente No matagal onde os jovens usam drogas, ela foi morta por estrangulamento.