Sem pistas da autoria do assassinato de Sidinei Pedro da Conceição, 25 anos, os policiais da Delegacia de Homicídios esperam que a comunidade passe a ajudá-los na elucidação do crime. O corpo foi encontrado às 8h de terça-feira, em uma chácara próxima à Rua Dolores Guedes, Jardim da Ordem, no Tatuquara.

De acordo com o delegado Rinaldo Ivanike, vários moradores da região e conhecidos da vítima foram até o local, mas por medo negaram-se a dar qualquer informação à polícia. “Esperamos conseguir alguma pista do crime através de ligações anônimas, pois quando os investigadores questionam as pessoas de perto, ninguém fala nada”disse o delegado.

A suspeita mais concreta que os policiais têm sobre o homicídio é que ele foi motivado pelo tráfico de drogas, já que a família da vítima havia tentado interná-la em um clínica para dependentes químicos. Para conseguir dinheiro, Sidinei já teria praticado pequenos furtos e, por algum tempo, se prostituído, vestindo roupas femininas e usando o codinome de “Ntasha” Ele foi assassinado com quatro tiros no rosto, provavelmente na madrugada do dia que foi encontrado.