Claudinei Soares de Macedo, 20 anos, ia passar o feriado de carnaval na casa de seu patrão, no Jardim Guaraituba, em Colombo. Mas, ainda na noite de sexta-feira, saiu para jogar cartas e foi assassinado, por volta das 22h15, em um terreno baldio da Rua Bom Sucesso.

Conforme um conhecido da vítima contou aos soldados Triani e Jucemar, da Patrulha Escolar do 17.º Batalhão da Polícia Militar, Claudinei trabalhava com corte de madeira em Campina Grande do Sul.

Cerca de uma hora antes de ser morto, de acordo com levantamento dos policiais militares, Claudinei saiu da casa do patrão com um garrafão de vinho, dizendo que iria jogar canastra, sem especificar o local do carteado. Ele passava por um carreiro, ao lado de uma torre de telecomunicação, quando foi baleado na nuca, na nádega e por duas vezes nas costas.

O caso é investigado pela Delegacia do Alto Maracanã.