Policiais da Delegacia de Alto Maracanã, em Colombo, Região Metropolitana de Curitiba, prenderam, na tarde da última segunda-feira (25), cinco pessoas suspeitas de estarem envolvidas com o roubo de residências de luxo na região. Os policias chegaram até os suspeitos após denúncias anônimas.

Segundo informações da polícia, os envolvidos nos assaltos estariam na Estrada do Ribeira, em um veículo Fiesta. Os policiais se deslocaram até o local e acompanharam o carro até o bairro Barreirinha, em Curitiba. O condutor parou o veículo em frente a uma residência, e um homem teria entrado no carro. Duas quadras depois, os policiais abordaram o carro.

No veículo estavam quatro pessoas: Paulo Wilson da Silva Junior, 22 anos, foragido da Presídio Papanduva, em Santa Catarina; Dhiego José Fagundes, 22, e Jackson Luis Bonfim, 26, que possuem passagem por roubo, e Thiago Chagas Dal Pra, 24, sem passagens pela polícia.

Os quatros suspeitos foram conduzidos até a Delegacia de Alto Maracanã e foram reconhecidos por vítimas de furtos que informaram aos policiais que haveria um quinto integrante da quadrilha.

Com essa informação, a polícia retornou à casa no Barreirinha, que pertencia a Silva Júnior e acabou encontrando Luis Carlos Saovesse, 27. Durante buscas na residência, foi encontrado também uma caminhonete modelo Blazer, de cor prata, uma balaclava preta, uma caixa com bijuterias, um notebook e aparelhos celulares.

Os suspeitos foram autuados em flagrante por roubo, formação de quadrilha e receptação. De acordo com a investigação da Polícia Civil, a quadrilha estaria envolvia em homicídios, assaltos a residências e a bancos. Segundo o delegado-chefe da Delegacia de Alto Maracanã, Geraldo João Celezinski, serão feitos contatos com o Cope e o DFR para auxiliarem nas investigações.