Cerca de 200 pessoas participaram ontem de reunião no plenarinho da Assembléia Legislativa para discutir a contratação de novos policiais civis, aprovados no concurso de 2010. Liderados pelo Sindicato dos Policiais Civis (Sincalpol), os candidatos foram pedir apoio de deputados para que o governo agilize a convocação.

“O efetivo atual da Policia Civil está abaixo do ideal. A Secretaria da Fazenda vem colocando os policiais aposentados na folha de pagamento, eles deveriam receber do fundo previdenciário estadual. Sem que isso aconteça, a contratação de novos policiais fica bloqueada pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)”, argumentou André Gutierrez, presidente do Sinclapol.

Espera

No total, 550 candidatos aprovados no último concurso aguardam convocação para assumir o cargo. “Acredito que o governador Beto Richa está mal assessorado. Enquanto ele anuncia que novos policiais deverão assumir, representantes do governo dizem que isso é inviável”, declarou Gutierrez.

Os candidatos que participaram da reunião com os deputados pediram que as contratações ocorra até setembro, quando abre-se uma “janela” na LRF, para investimentos e arrecadações.