Policiais civis de Medianeira, região Oeste do Estado, realizaram a apreensão de mais de 106 quilos de crack. O entorpecente, segundo a polícia, era transportado em um caminhão com câmara fria e estava escondido em meio a um carregamento de mais de 12 mil quilos de frango.

De acordo com a polícia, o caminhão Ford, de modelo Cargo e placas ALP-1140, estava estacionado em um posto de combustíveis localizado no Distrito Portão do Ocoy. Uma equipe policial realizou diligências no local e verificou que o condutor apresentava atitude suspeita.

O condutor, identificado como Ronaldo Cezar Flores, 25 anos, seguiu viagem sentido Medianeira, quando foi então abordado pelos policiais, que perceberam grande nervosismo por parte do motorista.

Diante da situação, a polícia solicitou à direção de uma cooperativa da cidade a autorização para utilizar uma das unidades da empresa, a mais próxima do local, para fazer uma vistoria no carregamento do caminhão.

Os policiais civis também solicitaram à Polícia Federal que acompanhasse a ação. Em meio ao carregamento, foi então encontrada a droga. Para a polícia, o motorista revelou que a droga seria levada até a cidade paulista de Campinas.

A polícia segue agora com as investigações, no sentido de identificar os responsáveis por enviar e receber a droga. O condutor foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e recolhido à carceragem da Delegacia da Polícia Civil de Medianeira.

O carregamento de frango foi vistoriado e devolvido para a empresa de origem e o caminhão foi apreendido, recolhido pela polícia e colocado à disposição da Justiça.

Gande quantidade

Esta foi a maior apreensão de crack realizada pela Polícia Civil de Medianeira este ano. O delegado Herculano Augusto de Abreu destaca que o combate ao tráfico de drogas é uma constante e que esta grande apreensão é o resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido pela polícia de Medianeira.

“Este ano todo foi de muito trabalho em relação ao combate ao tráfico de drogas, sendo que na cidade vários pontos de tráfico foram desarticulados”, diz. “E esta apreensão significativa representa muito para a sociedade, uma vez que essa grande quantidade de drogas deixou de circular na região”, complementa.