Alberto Melnechuky
Morte de Ivonei é de
autoria desconhecida.

A Rua Joaquim Bertoldi, na localidade das Moradias Rio Bonito, Campo do Santana, ficou manchada de sangue no início da madrugada de ontem. Na rua de terra batida estava caído o corpo de Ivonei Batista Lício, 33 anos. Latoeiro de profissão, mas atualmente desempregado, o homem havia saído de sua casa, próximo ao local onde foi encontrado sem vida, por volta das 22h de terça-feira. Segundo Maria, mãe do latoeiro, Ivonei saiu para vender uma máquina de cortar grama.

Por volta da 1h, ela foi avisada em casa, por um jovem, que o corpo de seu filho estava estirado na rua.

Ao chegar ao local, viu Ivonei morto e pedras manchadas com sangue próximo ao corpo. As pedras foram as armas utilizadas no assassinato. A suposta máquina de cortar grama não foi localizada, o que leva a família a crer em um latrocínio (roubo seguido de morte).

Policiais militares do 13.º Batalhão atenderam a ocorrência, mas não conseguiram obter mais informações sobre o crime. Sobre a possibilidade de latrocínio, os PMs informaram ser de difícil constatação, pois não foram encontradas testemunhas que confirmassem o roubo.

A Delegacia de Homicídios investiga o caso.