Parte da residência foi
destruída pelas chamas, ontem.

O frio fez com que uma mulher de 86 anos tentasse aquecer a casa, acendendo uma lareira do jardim de inverno, por volta das 17h30 de ontem. Por pouco, os quase 200 metros da residência, localizada na Avenida Manuel Ribas, no cruzamento com a Rua Tapajós, Mercês, não foram totalmente consumidos pelas chamas. A mulher sofreu queimaduras leves e foi encaminhada ao Hospital Evangélico, pelos socorristas do Siate.

O fogo destruiu o jardim de inverno e subiu pelo sistema de calefação, atingido o forro e o telhado da casa. “Apenas outro cômodo foi atingido, em pequena proporção”, relatou o capitão Renê, do Corpo de Bombeiros. O perigo era grande, devido ao assoalho revestido de carpê e à grande quantidade de livros e papéis.

Álcool

Segundo avaliação do oficial, existe a possibilidade de a moradora ter utilizado álcool para acender a lareira e o líquido, em chamas, provocado a destruição e os ferimentos. A mulher foi retirada do jardim de inverno por populares. Durante o rescaldo, um bombeiro cortou a mão e também teve de ser encaminhado ao hospital.

Renê alertou sobre os perigos nas maneiras usadas para aquecer ambientes. “Tem que se tomar o máximo de cuidado, principalmente com ?remendos? em equipamentos e uso de carvão para produzir fogo”, comentou.