Depois de ser violentada sexualmente mais uma vez, uma garotinha de 10 anos criou coragem e contou ao tio que há anos vem sendo atacada pelo próprio irmão, dentro da casa onde moram, no Jardim Eucalipto, Colombo. O caso está sendo investigado pela Delegacia do Alto Maracanã, em Colombo.

Segundo o delegado Wallace de Oliveira Brito, na tarde de ontem a menina contou ao tio que tinha sido violentada pelo irmão, de 16 anos, e que esta situação está se repetindo há dois anos. Assustado, o homem levou a criança ao Conselho Tutelar, que solicitou a ajuda dos policiais para investigar o caso. A primeira providência foi levar a menina para o exame de conjunção carnal, quando foi confirmada a violência. “Infelizmente os resultados comprovaram que o irmão praticava sexo anal com ela”, contou o delegado.

Ao serem interrogados, os pais afirmaram que desconheciam o fato, e que a menina nunca se queixou de nada. O irmão dela não se manifestou, permaneceu calado durante todo o tempo que passou na delegacia. Quem vai decidir o destino do menor é o Ministério Público.