Foto: Anderson Tozato/O Estado

O crime aconteceu sexta-feira, na Vila União, em Curitiba.

Bruno Roberto de Souza, 18 anos, foi morto com um tiro no rosto, por volta de 22h30 da última sexta-feira, na Vila União, em Curitiba, próximo à Creche Recanto Feliz. Ele trajava calça jeans, moleton verde e tinha uma tatuagem de pica-pau na perna esquerda.

Segundo informação do pedreiro Jair Xavier, morador da casa onde o homem foi morto, sete pessoas armadas, entre elas uma mulher, invadiram sua residência procurando por uma outra pessoa.

"Eles estavam carregando esse menino aí", disse Jair, apontando para o corpo no chão, em frente a sua porta. "Eles entraram arrombando as duas portas da minha casa, gritando por um nome que eu não consigo identificar. Ficamos assustados, mas informamos que essa pessoa não morava ali", explicou.

O morador disse ainda que depois que o grupo saiu da sua casa, ele ouviu muitos disparos e em seguida um barulho de automóvel.

O policial James, do Regimento de Policia Montada (RPMont), disse que possivelmente Bruno seria um alcagüete e que o grupo estaria atrás de uma outra pessoa.