Um jovem, de 17 anos, foi morto a tiros, na casa onde morava, na Rua Diamante, antiga rua 5, na Vila Icaraí, Uberaba. O crime aconteceu por volta das 8h de ontem, um dia depois de ele ter saído da Delegacia do Adolescente.

O tenente Cavalli, do 20.º Batalhão da Polícia Militar, disse que a viatura da área foi chamada para atender uma pessoa baleada, mas quando chegou no local, o rapaz estava morto.

Os familiares do garoto disseram ao tenente Cavalli, do 20.º Batalhão da Polícia Militar, que ele estava sozinho em casa. “Quando chegaram encontraram o adolescente morto na sala”, relatou o oficial.

Ele contou também que a mãe do garoto informou que o filho foi apreendido na Delegacia do Adolescente e que havia saído no domingo, mas não soube dizer porque motivo ele foi recolhido.

“As pessoas têm medo de dar muitas informações, achando que podem se comprometer. No entanto, não sabem que isso atrapalha o trabalho da polícia”, explicou o tenente.

Arma

Um morador da região, que não quis se identificar, disse que o rapaz pode ter sido morto porque havia comprado uma arma e não pagou. “Eu o vi com uma pistola e depois fiquei sabendo que tinha gente cobrando a arma”, contou o homem. A Delegacia de Homicídios já trabalha no caso.