t74210105.jpg

Arma e corda apreendidas
com o assaltante.

Fugindo da polícia, Marcos Aurélio dos Santos, 22 anos, escalou muros e invadiu residências no Jardim das Américas. Foram 15 minutos de correria, até o perseguido ser encurralado dentro da cozinha de uma das casas e detido, às 10h30 de ontem. Contra ele pesa a acusação de ter roubado, minutos antes, uma loja de aparelhos e acessórios de som automotivo.

O roubo ao estabelecimento, localizado na Rua João Doetzer, sequer havia acabado quando alguém ligou para a Polícia Militar. Membros do Regimento de Polícia Montada estavam próximos e flagraram os três assaltantes saindo da loja.

Um dos assaltantes partiu no Corsa vermelho do comerciante e desapareceu. Outro entrou num Santana azul que aguardava na esquina e também sumiu.

Sobrou Marcos, que na tentativa de escapar invadiu várias casas – numa delas, chegou a fazer uma moradora refém, por pouco tempo. Na última das residências, entrou sem ser percebido pela proprietária, mas alguém viu e indicou aos policiais. O suspeito foi detido debaixo da pia.

Segundo o tenente Tiago Scherer, que participou da operação, Marcos atirou uma vez em direção à equipe. Com o suspeito foi apreendido um revólver calibre 38 e uma corda – que seria usada para amarrar as vítimas, segundo o oficial.

O dono da loja reconheceu Marcos com um dos autores do roubo, mas ficou sem cinco toca-CDs de automóvel e um módulo de potência avaliado em R$ 1.600,00, levados pelos criminosos. O Corsa vermelho foi abandonado ainda pela manhã nas Moradias Cajuru, perto da BR-277. O acusado, que tinha antecedente por porte ilegal de arma, foi levado ao 6.º Distrito Policial.