Um homem, de 34 anos, causou grande confusão no Jardim Cláudia, em Pinhais, na tarde de ontem. Ele saiu do cemitério Jardim da Saudade II, fugindo de policiais e bateu o carro contra um veículo estacionado e o muro de uma casa. Por sorte, ninguém se machucou e o rapaz foi detido.

De acordo com o soldado Fragoso, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, funcionários do cemitério Jardim da Saudade II, na Avenida Maringá, chamaram a polícia por suspeitar que o homem furtaria lápides. Quando a polícia chegou, o homem entrou no Santana de seus pais e fugiu. A perseguição durou aproximadamente oito quadras.

Estrago

Na Rua Crescêncio Batista, o rapaz bateu contra um Escort, perdeu o controle da direção e entrou no jardim de uma casa recém-reformada, com o portão instalado há um mês. A casa fica em frente ao CMEI Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e, por sorte, não havia crianças circulando. O Escort pertencia a um pedreiro, que trabalhava numa obra próxima.

Familiares do rapaz, que também moram no Jardim Cláudia, disseram aos soldados Fragoso, Marques e Osório que o jovem tem problemas psicológicos e esteve recentemente internado. O detido alegou ao Paraná Online que não estava apenas visitando os túmulos de cinco amigos, que morreram assassinados. “Eu sempre os visito porque tenho saudades. Estava lá só trocando umas idéias com eles”, disse o rapaz, que foi responsabilizado por direção perigosa.