Antonio Scorza/AFP

A dupla de zaga do Brasil, Lúcio e Juan, celebrou o primeiro lugar da seleção no Grupo G da Copa do Mundo, que era considerado por toda a imprensa o grupo da morte, após o empate de 0-0 com Portugal nesta sexta-feira em Durban.

¨Ficamos em primeiro do grupo, nosso objetivo foi cumprido. Com certeza todo mundo tá feliz¨, declarou Lúcio.

¨Graças a Deus a gente terminou este grupo que … quando saiu o sorteio era considerado um grupo muito difícil, a gente conseguiu terminar em primeiro, sem dúvida todo mundo está de parabéns¨, completou o capitão brasileiro, que completou 15 partidas de Copa, superando as 14 de Pelé.

¨Valeu pela partida, valeu por não ter tomado gol, valeu pelo primeiro lugar¨, disse Juan. Ele também afirmou não ter ficado com receio de receber o segundo cartão amarelo na partida, depois que foi advertido aos 20 minutos do primeiro tempo por colocar a mão na bola para evitar um contra-ataque português.

¨O segundo tempo foi tranquilo, procurei ficar mais na sobra, deixar o Lúcio mais no primeiro contato, já que eu já tinha o amarelo¨, destacou.

Os dois também se recusaram a comentar o possível adversário do Brasil nas oitavas de final, Chile, Espanha ou Suíça.

Para Juan o mais importante é o repouso, já que o Brasil volta em campo na segunda-feira, em Johannesburgo, numa partida eliminatória.

Ele também comentou o fato de a seleção não ter sofrido gol.

¨Foi bom, valeu por isso até, porque a gente sabe que tem jogadores de qualidade no ataque de Portugal, principalmente o Cristiano Ronaldo. Não tomar gols é bom¨, disse.